A ABERTURA DE DADOS NO MUNDO, NO BRASIL E EM ...

URL: https://ckan.pbh.gov.br/dataset/17b5db97-6e34-47db-899f-c21a41a53cf1/resource/956ada27-7b2e-45ca-8f41-57ab26b8bf0c/download/a-abertura-de-dados-no-mundo-no-brasil-e-em-belo-horizonte.pdf

A publicação de dados abertos é um fenômeno relativamente novo, mas que já tem transformado a maneira como governos, organizações e indivíduos interagem e utilizam informações. Desde a sua introdução, os dados abertos têm se tornado um importante recurso para a tomada de decisões, inovação e transparência.

Pensar em tecnologia implica em pensar em meios para melhorar o acesso e a eficiência dos processos desenvolvidos pela sociedade. Seu alcance ultrapassa o horizonte das vantagens pois vez por outra cria demandas que nem pensávamos existirem.

Como se não bastasse, há uma elevação no nível da experiência do usuário1 nas formas de interação entre governos, pessoas e países.

O Brasil tem o mérito de ser o motor deste movimento na América Latina desde 2009 quando iniciou o desenvolvimento de uma política de disseminação de dados governamentais segundo parâmetros e diretrizes dos dados abertos.

No mundo, os dados abertos têm sido adotados por governos e organizações de diversos países, tornando-se uma importante fonte de informações para a sociedade. A abertura de dados tem sido usada para fomentar a inovação em diversos setores, como o comércio, transporte, saúde, educação, entre outros. Além disso, a disponibilização de dados abertos tem sido uma ferramenta fundamental para o monitoramento e aprimoramento de políticas públicas, garantindo mais transparência e participação da sociedade na tomada de decisões.

No contexto brasileiro, a abertura de dados tem se mostrado especialmente importante para aprimorar a governança e a transparência.

No município de Belo Horizonte, a disponibilização de dados abertos tem contribuído para uma gestão mais eficiente e participativa, além de ter fomentado a criação de novas soluções tecnológicas e serviços para a população.

Neste livro eu abordo, principalmente, os impactos e aplicações dos dados abertos no mundo, no Brasil e, em especial, no município de Belo Horizonte, trazendo uma visão geral sobre o tema, bem como exemplos práticos de como esses dados têm sido utilizados.

Apresento ainda reflexões sobre o potencial dos dados abertos como ferramenta para aprimorar a governança, a transparência e o engajamento cívico, bem como sobre os desafios que a sua implementação pode trazer.

Os capítulos aqui apresentados foram escritos por mim, Marcus Pinto, profissional de tecnologia já longevo, um especialista em administração, gerenciamento e monitoração de dados. Atualmente, posso dizer que sou um especialista em dados abertos e nos processos de abertura de dados governamentais que compartilha suas pesquisas, experiências e reflexões sobre o tema em seus livros.

A leitura deste livro é fundamental para que se possa entender o impacto dos dados abertos no que está se configurando como uma nova sociedade globalizada, munida de algo nunca antes disponível aos cidadãos: os dados de sua estrutura governamental sem contaminações ou direcionamentos.

Temos hoje uma ferramenta que é desejada desde os tempos da Grécia Antiga. Não seria magnífico que os cidadãos da Ágora2 tivessem a seu dispor, sem custo e sem obstáculos, informações que lhes permitissem participar, atuar, fiscalizar e contribuir para uma sociedade mais transparente, inovadora e participativa?

Aliás, em se falando nestes importantes tempos históricos da democracia, considero relevante recuperar o contexto destas sociedades em que as informações administrativas eram geralmente mantidas pelos governantes e líderes das cidades-estado gregas, conhecidas como "polis". A divulgação dessas informações era feita pelos próprios governantes, através de declarações públicas ou comunicados oficiais.

No entanto, é importante ressaltar que a Grécia Antiga era composta por diversas cidades-estado, cada uma com seu próprio sistema político e governante.

Assim, as formas de divulgação de informações administrativas poderiam variar de uma cidade para outra. Em alguns casos, as informações poderiam ser divulgadas por meio de assembleias populares ou por iniciativa de cidadãos que tivessem acesso a essas informações e decidissem divulgá-las para a população.

Imagine o que seria da Grécia Antiga se eles já tivessem acesso à internet e aos dados abertos!

Este livro é mais uma contribuição minha para o debate sobre os dados abertos e para a conscientização de sua importância.

Espero que este livro ajude você leitor a fomentar o desenvolvimento de políticas e soluções que promovam a abertura de dados, aprimorem a governança, reduza a corrupção, amplie a eficiência da administração pública e estimulem a inovação.

Boa leitura! Prof. Marcão - Marcus Vinícius Pinto

Embutir

Esta visão de recurso não está disponível no momento. Clique aqui para saber mais ...

Baixar recurso

Informações Adicionais

Campo Valor
Dados atualizados pela última vez 9/Novembro/2023
Metadados atualizados pela última vez 9/Novembro/2023
Criado 9/Novembro/2023
Formato PDF
Licença Creative Commons Atribuição
Has viewsTrue
Id956ada27-7b2e-45ca-8f41-57ab26b8bf0c
Mimetypeapplication/pdf
On same domainTrue
Package id17b5db97-6e34-47db-899f-c21a41a53cf1
Position6
Revision id9ff17c30-e608-48ee-8090-3bdc0f8ff266
Size4,3 MiB
Stateactive
Url typeupload